Slideshow

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

OBRIGADO CAMPEÃO.


12 de Agosto de 1984.
Esta data ficará na memória de todos os portugueses que tiveram o previlégio de ver a Maratona que consagrou o 1º campeão olímpico de Portugal.
25 anos já passaram.
Mas a classe,o querer,o talento com o que o nosso herói conquistou a medalha de ouro, está presente em todos nós como se tivesse sido ontem.
Renovo aqui, o que todas as vezes que estou com Carlos Lopes lhe transmito:
Obrigado Campeão.
Carlos Lopes

quinta-feira, 23 de julho de 2009

SEJAM BEM VINDOS AO MUNDO DA VERDADE


Boavista e o Gondomar dois clubes muito ligados a Valentim Loureiro estão numa situação desportiva muito complicada.
Não deixaram de ter os apoios que tinham, quer de sócios quer publicitários.
A própria Camara de Gondomar contribue com um valor significativo para o clube.
Valentim Loureiro é o presidente da Câmara de Gondomar.
Têm jogadores interessantes .
Têm técnicos razoáveis.
O Boavista foi campeão nacional.
Foi campeão já neste século.
Mas o Valentim já não pesca com duas canas.
Nem sequer consegue pescar no corrido.
Penso até que clube do xadrês vai acabar.
O capitão ou Major, ou lá o que fôr, (se quizer até pode ser General de 5 estrelas ), e o seu sucessor na presidência do Boavista, que também manifestou ser astuto e pouco inteligente,conduziram um clube centenário à agonia.
Aliás, filho de peixe sabe nadar.
È muito estranho, que os Boavisteiros, não peçam contas aos Loureiros.
A visibilidade que foram conseguindo ao longo dos tempos, teve única e simplesmente a ver com o facto, de não haver em Portugal o culto da excelência.
No nosso país previligia-se a mediocridade e a incompetência.
È por isso que existe o Valentim.
Alguém conhecia o filho do presidente da Câmara de Gondomar?
Pois o imberbe, acabou por ser campeão como presidente dos axadrezados.
Òptima prenda do papá.
E agora onde é que anda o rapazinho?
A querer tirar o lugar do Zé Cabra, no mundo das canções.
Acho que, logo que um presidente também do norte, deixe de exercer o seu lugar (todos sabemos que só depois de ir para o céu),o seu clube é bem capaz de passar por situações iguais.
Sejam bem vindos ao mundo da verdade.

Carlos Lopes

quinta-feira, 2 de julho de 2009

PARABENS SPORTING


Hoje é o dia do nosso aniversário.
Nascemos no dia 1 de Julho de 1906.
O Sporting é, inquestionávelmente o clube referência do nosso País.
O Sporting tem sido ao longo do tempo, uma inspiração para os mais jovens.
O Sporting é um clube feliz na história do desporto, por saber que o seu contributo tem sido decisivo, para o progresso de todas as modalidades em Portugal.
O Sporting Clube de Portugal com 103 anos, continua a encher-nos de entusiasmo, reforça cada vez mais a nossa capacidade de sentir, de o compreender.
Intensifica a nossa dignidade, o nosso sentido moral.
Dá-nos impulsos, força e coragem.
Todos os sportinguistas sabem que o nosso clube tem uma missão.
Ter uma missão, significa estar inserido no rio da vida, social e desportiva, e sentimo-nos parte dela, com um sentido, uma meta.
Parabens Sporting.
Nascemos de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA.
Assim continuaremos.

Carlos Lopes

quinta-feira, 25 de junho de 2009

O Porto especializou-se...


O Porto especializou-se na venda de defesas.
O clube verificou que o mercado embora pague muito bem por nºs 10 ,pontas direitas,pontas esquerdas,pontas de lança,alimentadores de ataque,trincos etc.
Mas os jogadores criativos não podem ser vendidos pelo Porto, porque simplesmente é gente que o clube não tem.
Por isso, o clube especializou-se na venda de jogadores com pouco jeito para o futebol, mas com garra.
Com vontade de vencer.
Que dão porrada até vir a mulher da fava rica.
O Porto não é um clube formador.
O Porto não forma jogadores.
O Porto forma outra gente.
È um clube que não nasceu de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA.
Nasceu de azul (como o antigo papel de 35 linhas), e branco sujo.
O Dono (o que quer ver Lisboa a arder) ,que se perpetuou no poder,só se consegue manter se conquistar títulos.
Este rapaz com mais de 70 anos, nunca teve calor suficiente para elas,mas acha que tem fogo para pôr a capital a arder.
Este rapaz acha que o TGV deve ser do Porto para Lisboa e não o contrário.
Existe cada provinciano...
Bom, mas estava a falar de formação que não existe no Porto.
Como não sabem nada de pedagogia desportiva,voltaram-se para a venda de defesas.
O que está ao alcance de qualquer clube,diga-se de passagem.
Mas os defesas que o Porto tenta vender, são diferentes.
È que batem nos adversários como ninguèm.
Nem nos clubes que jogam nos distritais se encontram jogadores tão sarrafeiros.
São os próprios vendedores (agentes), que dizem aos possíveis compradores.
Este defesa não é grande coisa a jogar,mas é muito bom a bater.
Aquele ali,defende como ataca, e tem os dentes podres (fazemos um desconto).
Este rapaz dá cabeçadas em tudo o que se movimenta.
Recebe apenas, 14 amarelos e 3 vermelhos por ano.
O que lá está ao fundo é melhor a agredir os adversários no chão do que aquele que vendemos a época passada.
È que este não falha o pontapé na cabeça do adversário que estiver no chão.
È de facto muito bom.
Temos inclusivé bastante pena se ele sair, porque representa a mística do clube.
È de longe superior (a malhar), ao Paulinho Santos.
Aquele ali ao fundo não joga a ponta de um corno,mas é uma vedeta a nivel internacional a dar porrada nos que jogam nas equipas adversárias, e quem trata da venda, necessita de umas comissões, para depois oferecer,café com leite,fruta,semi-frio, 1 (um) martelo de bola, e 5 litros de tinta para pintar os roda-pés da sala.
Formar jogadores e homens, só está ao alcance de quem perserva os valores mais jenuinos, do desporto e da vida.
Enquanto que na vida Académica, os alunos mais brilhantes e os professores mais capazes, têm como objectivo, fazerem parte das melhores Universidades, os que pretendem triunfar na carreira desportiva, exigem crescer na Academia do Sporting Clube de Portugal.
O Sporting Clube de Portugal é o único clube do Mundo,que viu coroados como os melhores do planeta 2 (dois) jogadores nascidos em Alvalade.

Todos nós sabemos, que isto não ganha os campeonatos,nem as Taças de Portugal, nem sequer a Taça da Liga, mas hoje só quero falar de verdades.
Nascemos de VERDE DE ESPERANÇA e BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, assim continuaremos.

Carlos Lopes

sexta-feira, 12 de junho de 2009

BESSONE BASTO,O MAIS ECLÉTICO.


António Bessone Basto (ABB).
Todos nós temos continuamente necessidade de reconhecimento,de elogios.
São-nos tão necessários como o alimento e a água.
E devemos tê-los, vindo apenas de pessoas que para nós são importantes, ou de instituições adequadas para o fazerem.
Estou a tentar fazer o elogio do campeão,porque sou amigo de ABB.
Não é ser conhecido.
É ser amigo.
E ser amigo do homem (ABB), é um previlégio.
Foi um gigante como atleta.
É muito maior, como ser humano.
ABB tem o mais alto galardão do SCP .
Mas terá que ter a sua imagem imortalizada , no painel do hall vip do nosso estádio.
Ao fim de muitos e muitos anos,foi agora recuperado pelo presidente Dr.José Eduardo Bettencourt e pelo extraordinário Ernesto Ferreira da Silva para que a juventude do SCP saiba, que o atleta mais eclético do país, representou o nosso clube e, é um apaixonado pelas nossas côres.
O verde da esperança e o branco da transparência.
E o nosso país?
ABB, representou Portugal através do Andebol,da Pesca submarina ,e da Natação esta modalidade nos Jogos Olimpicos de Tókio.
O que é que a Secretaria Geral dos Desportos fez, para que todos se possam lembrar da carreira de ABB, como o atleta mais eclético que alguma vez este país viu?
Nada.
Reconhecer reduz a raiva,transforma a avidez e purifica a luxúria.
Aliás,os políticos e não só,são uns mestres a premiar, os que se exibem nas passadeiras da vaidade.
Os que nada fizeram.
Os que queriam ser magros e são gordinhos.
Os que queriam ser altos e são baixos.
Os que queriam ser inteligentes e são medíocres.
Os ôcos.
Os vazios.
Os que pensam que existem.
Os que não sabem, porque é que são reconhecidos.
Os que são reconhecidos sem saberem.
Mas, e os grandes valores?
As grandes referências para a nossa juventude?
Esses não têm grande interesse.
São demasiado humildes.
Não são familiares de banqueiros.
Não são administradores.
Não são directores.
Não são notáveis.
Não são patetas.
Não são politicos.
Não são mediocres.
Não são relações públicas de...
São apenas os melhores no desporto.
Pobre país, que se dá ao luxo de se não elevar, quem o defendeu e o prestigiou.
Muitas vezes, observar a realidade é desagradável.
Mas mais desagradável é nem sequer ter capacidade de observar.
ABB é uma das bandeiras, que com o prestígio que tem, luta para que seja uma realidade o retorno ao SCP de antigos sócios, e na conquista de novos elementos para esta fantástica família.
ABB nunca fala bem da sua carreira.
Não é presunçoso.
Todos os campeões que tiveram uma carreira fulgurante tinham um impulso interior.
O desporto era uma via para se ser bem sucedido.
No desporto não é necessário uma longa preparação como nas ciências,como na arte.
Basta a força física, a energia muscular, um certo talento mas,sobretudo, a vontade de conseguir, a garra.
ABB, impôs-se com força, a todos os outros.
Nos seus tempos de jovem, fazia melhor todas as coisas do desporto, que os outros.
Nunca quiz passear através do sucesso adquirido.
Pelo contrário,agora que já é sexagenário , continua com a capacidade de se regenerar e a fazer coisas extraordinárias.
ABB continua a olhar para longe,a explorar o futuro, e a pedir para o deixarem sonhar.
As histórias que foi acumulando ao longo da sua vida desportiva, deveriam ser ouvidas pela juventude portuguesa, de forma a que o desporto pudesse conquistar talentos, que se perdem noutros caminhos.
Obrigado ABB por seres quem és.

Carlos Lopes

domingo, 7 de junho de 2009

BETTENCOURT DA BANCADA PARA A TRIBUNA


Nascemos de VERDE de ESPERANÇA e BRANCO de TRANSPARÊNCIA,assim continuaremos.
O futuro do SCP, clube com mais de 100 anos, começou a ser escrito no passado dia 5 de Junho.
Com o Dr. José Eduardo Bettencourt (JEB) na liderança, o futuro será risonho.
A esmagadora maioria dos sportinguistas sabe que JEB irá acabar com os obstáculos que existem.
JEB vai contribuir decisivamente para que a relação com o sócios volte a ser uma realidade.
JEB vai dirigir o clube por consenço,estimulando, convencendo, e atraindo mais associados, nomeadamente na juventude.
A liderança de JEB,não irá permitir armadilhas ou enganos no clube.
Com JEB as regras do jogo são claras, e ele será o primeiro a respeitá-las.
Foi muito importante para o Sporting, ter conquistado um presidente com honra, com carácter, com firmeza e com competência.
JEB vai inovar.
JEB vai tornar o SCP mais competitivo, e acima de tudo vai unir a família sportinguista. JEB vai trabalhar para que o SCP volte a ser maior a maior força desportiva de Portugal.
JEB tem a capacidade de transmitir e convencer a quem com ele trabalha,de estarem a participar numa tarefa importante. De contribuirem para fazer qualquer coisa que tem valor, que merece dedicação.Com a experiência acumulada na sua vida profissional,JEB sabe que se existir este tipo de conhecimento, as pessoas ficam orgulhosas de pertencerem ao clube e prodigalizam as suas energias sem descanso.Em vez de se defenderem, estão dispostas a aceitar críticas de quem lidera e de quem é colega.Há um desejo profundo,verdadeiro,que o SCP tenha sucesso,cresça. E isto dá por vezes resultados espantosos.
São muitos os líderes, que procuram comunicar aos seus colaboradores este convencimento, mas poucos os que o conseguem.
JEB é legitimamente a única personalidade que pode falar em nome de todos os sportinguistas.
JEB vai reconstruir os muitos fragmentos separados,como feudos, em que cada um defende o território com a calúnia, a maledicência, e os subterfúgios.
JEB não vai ser demasiado indulgente com os superficiais, com os vulgares,com os banais. Não os vai justificar inutilmente.
JEB vai ser um presidente criativo,porque possui também uma qualidade moral: a coragem.
JEB é o primeiro presidente do SCP,vindo da bancada para a tribuna.
JEB será um presidente aberto, generoso e seguro de si.
Nascemos de VERDE de ESPERANÇA e BRANCO de TRANSPARÊNCIA,assim continuaremos.

Carlos Lopes

terça-feira, 2 de junho de 2009

Basta!


Basta!
Durante alguns dias a nossa cidade deixa de cheirar bem, de cheirar a Lisboa.
A maioria da população de Lisboa e dos concelhos de Oeiras e Cascais, exige que a final da taça de Portugal não se realize no Estádio Nacional, sempre que um dos intervenientes seja o Porto.
Estamos fartos do cheiro nauseabundo que os adeptos deixam.
Então para quem tem que passar pela A5, é verdadeiramente cruel.
Sabemos que os cheiros deixados,serão dissipados dentro de 3 a 4 dias, mas caramba, estamos fartos.
É vê-los a urinar contra os carros,contra as árvores,para os pés.
É vê-los a vomitar para as ervas,para o chão, por cima dos carros.
É vê-los a evacuar a céu aberto,nas matas do Jamor,substituindo o papel higiénico, por ervas.
É vê-los. É vê-los.
Basta.
Ninguém imagina o quão éramos felizes se esta gentinha não viesse à capital,acompanhar o seu presidente e depois a equipa.
Os outros (poucos) que nos visitam, para assistirem a espectáculos culturais,passearem por alguns museus,apreciarem a beleza do rio Tejo, lancharem no Jardim Zoológico,comprarem uns livros nas imensas livrarias da capital,para que possam acordar no dia seguinte mais ricos culturalmente, esses são bem vindos.
Mas esse são poucos.
Ainda me recordo, quando esporadicamente os Andrades vinham à capital.
Era uma alegria.
Ficávamos sensibilizados por vermos a forma como manifestavam o seu contentamento, por estarem em Lisboa.
E curiosamente era gente civilizada.
Não quero acreditar que se trocou o civismo pelo títulos.
Ou melhor, acredito.
Basta
Estamos no século XXI.
Exigimos que quando que nos visitem, se portem como gente decente.
Sabemos que é difícil, quase a roçar o impossível, mas devem esforçar-se por fazê-lo.
Estamos cheios de gente pequena.
Dizemos claramente que não aceitaremos que a final da taça se realize no Jamor, sempre que um dos intervenientes seja o Porto.
É que o cheiro que fica na zona é insuportável.
Durante 3/4 dias ficamos com saudades do bom cheiro que a nossa Lisboa tem.
Basta.

Carlos Lopes

domingo, 31 de maio de 2009

Vai e não voltes mais!!!




Os que sempre defenderam a verdade no futebol, estão satisfeitos.
Paulo Costa, um dos cinco maiores incompetentes de sempre da arbitragem portuguesa,acabou.
O Porto perdeu um ponta de lança.
A arbitragem hoje fica mais rica com a saida deste cromo.
Sabemos que o irmão continua (pudera,..),que como diz o ditado popular, "irmão de incompetente, incompetente é".
Paulo Costa, foi ao longo da sua carreira, uma consequência de coisas estranhas que teimam em perdurar no futebol.
Paulo Costa, nunca soube enquanto árbitro, que a coragem é a maior virtude do homem.
Porque a maioria dos que gostam de futebol, pretende que a transparência impere no nosso futebol, cada um de nós tem obrigação de comemorar a saída dos incompetentes do desporto-rei.
Vai e não voltes mais!!!

Carlos Lopes

segunda-feira, 25 de maio de 2009

ETERNO CAPITÃO


Parabéns Manuel Fernandes.
Mais uma grande vitória do nosso eterno capitão.
É a 5ª equipa que Manuel Fernandes consegue colocar na Divisão maior do campeonato.
Sucesso que jamais alguém conseguiu no nosso futebol.
Esta subida do clube da Cidade do Liz tem um sabor muito especial,até porque só o técnico é que, muito provavelmente, acreditaria nessa possibilidade.
Acreditar que é possível, só está ao alcance dos que nasceram grandes.
Manuel Fernandes é grande como treinador, da mesma forma que foi como jogador.
Se se catalogassem os técnicos pela pela sua qualidade humana, o nosso “velho” capitão era o número um (1),incontestavelmente.
É um ser humano de excepção.
Porque é parte integrante da família sportinguista, sentimos a sua vitória como se fosse nossa também.
Esperamos que em breve o possamos ver de novo e definitivamente no Sporting Clube de Portugal.
Todos os sportinguistas acreditam e desejam que o futuro presidente do Sporting conte com o Manuel Fernandes na estrutura do clube.
Se se pretende reconquistar a força e o prestígio do Sporting, penso que o conseguiremos mais rapidamente, se contarmos com o “nosso” Manel.
Contrato vitalício com Manuel Fernandes é o pontapé de saída para voltarmos a ser a maior instituição desportiva de Portugal.
No Sporting, a gratidão não pode estar destinada ao esquecimento.
Parabéns eterno capitão.
Parabéns Manuel Fernandes.

Carlos Lopes

sexta-feira, 22 de maio de 2009

O MUNDO SPORTINGUISTA ESTÁ MOBILIZADO


Esforço - Dedicação - Devoção e Glória
São as 4 (quatro) palavras mágicas, que o Sporting Clube de Portugal tem como lema, desde o dia em que nasceu.
Já se passaram mais de 100 anos, e continuamos a lutar dáriamente pelo futuro do clube.
Nascemos de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, assim continuaremos.
A principal preocupação é estar no desporto pelo desporto.
Fomos,somos e seremos sempre, contra a vitória a qualquer custo.
A nossa história começou em 1906.
Orgulhamo-nos de todos os momentos que o clube viveu, desde que nasceu.
Queremos ganhar, mas só, se formos os melhores.
Aceitaremos a derrota, sempre que os nossos adversários nos sejam superiores.
Nunca percorreremos os mesmos caminhos dos outros.
Sabemos que se o fizéssemos, tinhamos mais títulos.
E depois?
Depois, tinhamos vergonha de contar aos mais novos o porquê, de muitas conquistas.
Assim, quando percorremos as salas de troféus, no magnifíco Museu de Alvalade sabemos que determinada taça foi ganha na data tal, a outra foi conseguida com muito suor,para se conseguir a que está ao lado, tivemos que cerrar os dentes, e lutar muito etc.etc.
Nunca diremos, estas taças todas aqui ao fundo, custou-nos alguma fruta, e muito chocolate com leite.
È precisamente, por se estar no desporto pelo desporto, que o Sporting é um clube diferente.
Valeu a pena ter nascido em Portugal, só para se ser do Sporting
È que Sporting são só aqueles que por amor o são.
Aproxima-se uma data muito importante para o clube.
5 de Junho de 2009.
Nesse dia , iniciar-se-á definitivamente o arranque, para a recuperação da maior força desportiva de Portugal.
Todo o mundo sportinguista será mobilizado.
Nascemos de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, assim continuaremos.
O Sporting vai voltar a ter uma direcção forte, com gente capaz e disponível, para conduzir o clube aos sucessos desportivos .
O Sporting, vai voltar a ser a paixão de todos,associados e adeptos.
Juntos e solidários, faremos com que o Sporting volte de novo, a ser a referência
dos clubes em Portugal.
O Sporting ,é uma instituição com mais de 100 anos.
Todos os sportinguistas, protegem e elevam bem alto, a história empolgante do nosso clube.
Os outros só relevam os periodos vitoriosos.
Têem vergonha do passado.
Quando um sportinguista,se envergonhar do passado do clube, nesse dia o Sporting morreu.
Todos os sportinguistas sabem, que só existe futuro se se respeitar o passado.
O nosso clube, vai ter um futuro risonho.
Desde a primeira hora, já passaram mais de 100 anos,todos nós temos orgulho em pertencer a um clube de dimensão mundial e, alicerçado nos valores mais jenuinos do desporto e da vida.
Exigimos que nos respeitem por tudo quanto se fez ao longo de um século.
Não permitiremos que os pequenos poderes deste país,continuem a brincar connosco.
O Sporting, continuará a distinguir-se pelo trabalho activo e permanente, na valorização do futebol português a nivel da transparência,e da credibilidade competitiva.
Vamos continuar a lutar, para que a batota acabe definitivamente no futebol português.
Vamos continuar a lutar, para que a verdade vença.Não importa quem será derrotado.
Vamos continuar a lutar, para que os medíocres sejam afastados.
Quem está no desporto como o Sporting está, tem que ser mais forte que a injustiça.
Vamos continuar a ter coragem, para prosseguir os caminhos que o nosso coração escolheu.
Nascemos de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, assim continuaremos.

Carlos Lopes

terça-feira, 19 de maio de 2009

18 de Maio de 2005


Faz hoje precisamente quatro (4) anos que o Sporting Clube de Portugal, esteve numa final europeia.
Estive presente no nosso estádio.
Como presente estou durante o ano(ano após ano), no meu lugar de leão.
Fiquei triste pela derrota, mas não decepcionado.
O Sporting Clube de Portugal, prestigiou o nosso País.
O percurso feito até à final, nunca será esquecido por nenhum sportinguista.
Os atletas defenderam honradamente a camisola do Sporting.
Ficámos triste por não termos ganho a final, mas orgulhosos por termos estado na final.
Se tivéssemos triunfado, era uma vitòria do futebol português, como se perdeu, foi uma derrota do Sporting.
Recordo-me de nessa època, verificar que, quem queria futebol de alta qualidade,tinha que ver o Sporting.
Quem queria ver a equipa mais goleadora de Portugal, tinha que ver o Sporting.
Quem quiz ver uma equipa portuguesa numa final europeia, teve que ver o Sporting.
Depois do jogo terminado, e verificar que a esmagadora maioria dos adeptos, em uníssono gritavam pelo Sporting,é um previlègio só ao alcance dos que têm amor por um clube.
Eu vi nesse dia, ser atingido o expoente máximo do Fair-Play,quando no final da partida e, depois de em nossa casa termos sido derrotados numa final europeia, aplaudirmos de pé os vencedores.
È por isso que somos diferentes.
Estou ligado ao clube vai fazer 60 anos.No final desse jogo,senti-me ainda mais sportinguista do que alguma vez fui.
È que o amor ao clube é dinâmico e em crescendo.
Já ultrapassámos os 100 anos.
Vamos conseguir no futuro muitas vitórias e títulos.
Mas o que qualquer sportinguista quer, é que os nossos jovens e as gerações vindouras, tenham orgulho em pertencer a um clube de dimensão mundial, e alicerçado nos valores mais jenuínos do desporto e da vida.

Carlos Lopes

(na foto com o técnico da final:José Peseiro)

O HOMEM...




O homem disse que não perdeu o norte.
O homem disse que vai conquistar o Sul.
O homem já provou à saciedade que sabe conquistar.
Não é Guimaro?
Não é Silvano?
Não é Calheiros?
Não é (desculpem mas não vou ter espaço para todos os nomes)?
O homem não sabe brincar com elas,mas brinca com as palavras.
O homem pensa que a realidade, é a sua interpretação da verdade.
O homem não sabe, nem nunca saberá, que a verdade é simplesmente aquilo que é.
O homem continua a pescar com duas canas.
O homem não sabe, que a inteligência acaba,quando irrita outros.
O homem sabe, que só tem notoriedade porque está na provincia.
O homem sabe, que por magia transformou andrades em dragões.
O homem sabe, que não transformou os seus seguidores em pessoas urbanas.
O homem lê poesia, mas é primário.
O homem pensa só em sobreviver.
O homem sabe, que se tivesse nascido em Itália, seria baptizado com o nome de Moggi.
O homem não sabe, que é no silêncio que Deus acende a luz.
O homem não sabe, que tem uma mente medíocre,por isso é que se agarra ao conhecimento.
O homem não sabe, que a inteligência,permanece acima do conhecimento.
O homem não sabe, que quando a maré baixar,vamos saber quem nadava nú.
O homem não sabe, que a humildade é o percursor da esperança.
O homem sabe, que no seu mundo provinciano,manipula e enreda os subjugados.
O homem sabe, que está rodeado de partidários,privados de vontade própria.
O homem não sabe, que o seu cérebro está a crescer para fora da caixa craniana.
O homem não sabe, que vai ser absorvido no remoinho do esquecimento.
O homem sabe, que no futuro, o clube envergonhar-se-à da sua época,das suas vitórias.
O homem sabe, que o seu comportamento è igual ao de um vendedor ambulante.
O homem sabe, que é igual a todos os que se querem perpetuar no poder.
O homem sabe, que está com os outros, apenas para se salvar a si próprio.
O homem sabe, quão importante é não falar dos primeiros 75 anos do clube.
O homem não sabe, que a linguagem obscena destrói a lingua,degrada-a.
O homem não sabe, que é um pouco como o Peter Pan.
O homem prefere ficar menino, do que enfrentar a dura banalidade da vida adulta.
O homem sabe, que o mentiroso age de maneira fácil.
O homem sabe, que tendo uma alma pobre e mesquinha,só vê a sua própria meta.
O homem não sabe, que uma alma nobre procura a meta , mas não odeia os adversários.
O homem não sabe, que se perde nos pormenores, por isso perde o norte.
O homem não sabe, que o sul nunca será conquistado por um medíocre,mesquinho e medroso.
O homem sabe que o desporto foi a única via para ser bem sucedido.
O homem sabe,que no desporto não é preciso preparação como nas ciências,ou artes.
O homem sabe,que pertence ao grupo dos tagarelas,superficiais e não sistemáticos.
O homem sabe,que os astutos quando cometem um erro e são descobertos,negam.
O homem sabe,que os astutos não se deixam abalar pelas provas,pelos argumentos.
O homem sabe,que os astutos, mentem com a naturalidade dos inconscientes.
O homem sabe, que a confusão entre o poder e o valor existe em si próprio.
O homem sabe, que vou ficar por aqui.
O homem sabe, que vou voltar.

Carlos Lopes


segunda-feira, 18 de maio de 2009

PARABENS





Todos os desportistas em geral e, os sportinguistas em particular, deverão dar os parabens pelo regresso do Sporting Clube Olhanense ao convívio dos grandes.
Filial nº quatro (4) do Sporting Clube de Portugal.
A região do Algarve (linda), possui a partir de agora, um clube na 1ª. Linha do nosso futebol.
Já tínhamos saudade.
Tal qual outras regiões consideradas de interesse turìstico, também o Olhanense, deverá ser ajudado,para a devida promoção da sua região.
Começa a desmoronar-se o muro que foi construido, para que os clubes do Sul, se tornassem invisíveis.
Foram trinta e cinco anos (35), de luta desigual, de esforço, de amor ao clube, de militância, de querer, de competência e carolice,para que possamos ver de novo, na principal prova do futebol português, um histórico,
A forma isenta e honesta como está no desporto, fez com que o clube estivesse ausente dos principais palcos durante muito tempo.Mas conseguiu os objectivos, repito, de uma forma isenta e honesta.
Por isso todos os que gostam da verdade no desporto devem dar os parabens ao quase centenário Sporting Clube Olhanense.
Parabens extensivos á sua dedicada massa associativa,e a todo o staff, que fez com que se conseguisse.
Carlos Lopes



quinta-feira, 14 de maio de 2009

HOJE LEMBREI-ME...


Nós sportinguista, vestidos de VERDE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, sentimos que quando querem beliscar ou maltratar o nosso clube, Sporting Clube de Portugal, é nítida que a parte mais evoluida do cérebro fica paralisada, e funcionam apenas os centros mais arcaicos, que expôem tensões primordiais.
Hoje lembrei-me de José Veiga, que quando ocupou o lugar de responsável pelo futebol do Benfica disse:
Tenho treino e rotina de trabalho, no jogo fora das quatro(4) linhas.
Fui amigo de uma pessoa, que me ensinou como se ganham títulos.
A primeira lição foi: não é necessário um bom treinador.
Um treinador caro.
Pelo contrário.
Contrata-se técnicos a preço de saldo.
A preço de saldo, porque nunca ganharam nada.
Não têm curriculum.
Contrata-se jogadores desconhecidos .
Muito baratinhos.
Não é necessário contratar-se nomes sonantes, salvo se se vai buscar algum atleta aos adversários directos.
Aquece a guerra norte-sul.
No dia que arrefecer, o Porto é esquecido.
Como esquecido foi nos primeiros setenta e cinco(75)a nos de vida.
No Porto, as pessoas que vão ao estádio, vão ver o presidente, não os futebolistas.
Daí não ser necessário, qualquer vedeta.
Os que ingressam no clube, tanto podem vir no principio da época, como em Janeiro
Tanto faz.
No Porto, não é necessário qualquer tipo de adaptação.
Adaptam-se, quer queiram quer não.
Ou melhor, não existe necessidade de adaptação, porque quem tem a responsabilidade de conquistar titulos, já se adaptou, quase que de uma forma perpétua.
É a partir da montagem deste grupo de trabalho, que se prepara toda uma época para os parolos falarem(comunicação social,adversários,principalmente os mouros,etc.etc.).
A seguir entra a verdadeira equipa.
A equipa titular.
A equipa que não têm amarelos.
Nem vermelhos.
A equipa que joga sem números na camisola.
A equipa onde os jogadores nunca se lesionam (a jogar).
A equipa que nunca tem calor (mesmo na noite).
A equipa que nunca joga de calções (azuis).
A equipa que nunca sua a camisola (às riscas).
Os jogadores da verdadeira equipa, da equipa principal, não permitem que os seus jogos, mesmo com prolongamento,sejam televisionados.
Entretanto, baseado na aprendizagem e no treino, o José Veiga implantou no Benfica a mesma estratégia.
E não é que resultou.
Bingo.
Por isso mesmo, por me ter lembrado do José Veiga, quero aqui e agora, reconhecer que as palavras transmitidas na altura em que tomou posse, não eram a brincar, mas sim muito sérias.
Os campeonatos de futebol em Portugal não são conquistados dentro das quatro (4), linhas.
Pode-se enganar todas as pessoas durante algum tempo, algumas pessoas todo o tempo, mas não se pode enganar todas as pessoas o tempo inteiro.
Sobre os apitos, os envelopes, a fruta, o café com leite, as viagens , eu penso que também no futebol a balança da justiça tem dois pratos.
Mas a balança está viciada e, transbordou para o lado da falsidade, da mentira e da batota.
È do conhecimento geral, que Jesualdo Ferreira não continuará no Porto,porque não lhe é reconhecido valor e mérito.
È verdade que ganhou três(3),titulos consequtivos, mas também é verdade, que não teve nada a ver com isso.
Por isso, sai da mesma forma que os outros(com a excepção Mourinho), ao longo destes ultimos vinte e cinco(25) anos.
Ou seja, entram, não importa que nada tenham conquistado.
Depois de saírem, nada mais ganham.
Não é estranho.
Assim, o próximo, será um técnico que nunca foi campeão.
Entrará no clube a preço de saldo. Òbviamente.
Depois na hora da partida, agradece reconhecidamente por tudo quanto fizeram por ele.
Pois.
Os treinadores do Porto é gente grata, e reconhecida.
Porque os técnicos que saiem(com a excepção Mourinho), sabem que nada fizeram pelo engrandecimento do clube.
Onde é que estão os técnicos que foram campeões no Porto?
Até porque a verdadeira equipa não é orientada pelo técnico.
Até a própria massa associativa sabe, que o clube não é importante.
Por isso, é que raramente puxam pelo nome do clube.
Optam por, de uma forma incansável, gritar pelo nome do presidente.
Aliás, é o único clube do mundo(mais uma singularidade), em que a massa associativa tem cânticos ao presidente.
Canta.Salta.Grita.
O herói está sempre presente.
O amor dos adeptos ao Porto, deixará de existir, quando o presidente abandonar.
Não é estranho?
Daí técnicos,atletas e sócios, estarem proíbidos de falar dos primeiros setenta e cinco(75) anos de vida do clube.
Ninguém estranha que apenas se fale dos últimos vinte e cinco (25) anos, quando o clube tem mais de 100?
O Porto só será credível, quando os dirigentes, sócios e atletas, honrarem a hsitória do clube.
E a história, é desde o dia em que nasceu.
Sabe-se que não é uma história muito rica.
Sabe-se que não é uma história extraordinária.
Como é a do Sporting Clube de Portugal – que mantém desde o primeiro dia o VERDE DE ESPERANÇA E O BRANCO DE TRANSPARÊNCIA.
Mas é a história do Porto.
E se o amor ao clube fosse genuino, nunca se esconderia as poucas vitórias e, as muitas derrotas e humilhações do passado.
Foi um período,em que a glória esteve quase sempre ausente, em que o número de adeptos e associados era irrisório, mas deveria ser uma honra, reconhecerem que o clube é centenário e, não em um clube com 25 anos.
Os GRANDES, que o são naturalmente, só podem subir ao pódium, para exibirem os troféus conquistados, depois de demonstrarem o quão dificil foi, ultrapassar os obstáculos que ao longo da história tiveram que ultrapassar.
O Porto, não sabe o que é obstáculos.
Mais grave ainda.
O Porto tem vergonha dos primeiros 75 anos de vida.
Quem nasceu de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, foi, é, e será grande, porque a história, as imagens,os triunfos e, a vida em todos os momentos, são uma constante em quem é Sportinguista.
Sporting, são só aqueles que por AMOR o são.
Dos outros, desde que se ganhe,não interessa como, qualquer um é.
Todos os nossos títulos, foram conquistados,com suor,com luta ,com esforço.com honra,com o pensamento na nossa história, nas nossas referências.
Nascemos em 1906.
Nascemos Leões.
Somos Leões.
Morreremos Leões.
Basta só ,que exista um Sportinguista, para que a história do Sporting Clube de Portugal, seja defendida, honrada e prestigiada.
No dia que um Sportinguista tenha vergonha da história do clube, então assistiremos à morte de quem nasceu e viveu de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA.
È por se ter vergonha e, não querer reconhecer o passado, que muito dificilmente se encontra um portista com mais de 50 anos de filiação.
Existem muito poucos, com mais de 25 anos.
Quem veste de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, viu no passado dia 25 de Abril,com orgulho, novecentos (900) associados, receberem os Leões de prata, de cinquenta (50),e vinte e cinco (25)anos de filiação.
Não é grande quem quer,mas sim quem nasce.
A passagem de Andrades para Dragões foi brusca e dolorosa.
Nunca se conseguirá reunir fogo suficiente, para incendiar Lisboa.
O fardo ainda é pesado.
Mas não é motivo, para voltarem as costas aos primeiros setenta e cinco (75) anos de vida.
È uma vergonha, esconderem a história do clube.
È que o Porto, conseguiu conquistar , sete (7) campeonatos nacionais, em setenta e cinco(75) anos.
Sem passado, não existe futuro.
Será que a cultura de vitória, não fazia parte dos primórdios do clube?
E mistica?
Mas alguma vez houve mística no Porto?
Quando se fala da mística, fala-se do João Pinto,do Jorge Costa (corrido do clube, por duas vezes),do Paulinho Santos, do André e outros que tais.
Têm vergonha de falar do Virgilio Mendes,Barrigana,Pedroto,Monteiro da Costa,Pinga,Carlos Duarte,Hernâni,Noé,Teixeira,Perdigão,Acúrsio,Monteiro da Costa,Pavão,Custòdio Pinto,Américo.Festas,Nóbrega,e tantos outros, que defendendo as côres do clube, são agora propositadamente esquecidos.
È que no Sporting Clube de Portugal, mantemos vivos todos os que contribuiram para o engrandecimento do clube:
José de Alvalade,Francisco Stromp,Cipriano dos Santos,Jorge Vieira,João Bentes,Carlos Gomes,Juca,Jesus Correia,Travasso,Vasques,Peyroteo,Albano,Fernando Peres,Yazalde,Marinho,Vitor Damas,Manuel Fernandes,Seminário,Octávio Barrosa,Rui Jordão,Manuel Marques,Meszaros,João Azevedo,Pireza,João Cruz,Luis Figo,Cristiano Ronaldo,António Livramento,Chana,Sobrinho,Ramalhete,Júlio Rendeirop,Carlos Lopes,Joaquim Agostinho,Leonel Miranda,João Roque,Fernando Mamede, Pedro Gomes,CherbakovLuisinho,Andre Cruz, Acosta,Dusher,Cherbakov,Balakov,Yourdanov,Morais,Mário Albuquerque,Nelson,Rui Pinheiro,Bessone Basto.
Levantaremos sempre bem alto, a nossa história.
È mais fácil, morrer-se de um ataque de riso, ao ver um burro comer uns figos, beber uns copos de vinho e, a seguir, afastar-se a cambalear como um bêbedo, do que encontrar mìstica no Porto. Chegará o dia em que será proibido pescar com duas canas.
A maré vai baixar.Vamos ver quem andava a nadar nú.
Hoje vou ficar por aqui.
Depois continuarei.
DE VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA.


Carlos Lopes

segunda-feira, 11 de maio de 2009

È BURRO,PORQUE NASCEU BURRO.



Embora pareça que o burro morreu de fome, mais parece que continua vivo.
Parece inteligente e urbano.

È burro e rural.
Não deixa de ser o mais esperto dos provincianos, habituais nas televisões, mas não deixa de ser burro.
O burro aparece nas nossas casas, a falar de economia,de futebol, de politica, de aeroportos,dos tempos da outra senhora,de regionalismo, nas mesas quadradas,nas redondas,enfim fala de tudo, como só os incompetentes são capazes.
Este burro rural, aproveita todos os tempos de antena, só possível num país como o nosso.
O burro acha que, nos ultimos 20 anos é que existe transparência no nosso futebol.
Com excepção dos campeonatos ganhos pelo Sporting (2), Boavista (1), e Benfica (3).
Esses campeonatos, principalmente os que os mouros conseguiram, foram uma autêntica vergonha.
Os outros quatorze (14), é que foram conquistados contra tudo e contra todos.
Os últimos vinte anos foram , anos de rigôr, de competência de classe, de verdade e transparência.
Apareceu aquele xico-esperto do Veiga, que sabe tanto ou mais que uma pessoa que eu conheço, e ganhou logo um campeonato.
Depois veio dizer que tinha sido um bom aluno, que não sabia nada de futebol, mas muito, de como o futebol funcionava.
Era o que faltava, aparecer agora um qualquer a dizer, que não necessitava de jogadores ou treinadores acima da média, para ganhar titulos.
Bom, mas ele foi embora,tinha obrigatóriamente que ir embora, porque a continuidade do Veiga, punha em risco a transparência de outras vitórias .
Antigamente sim, o Sporting e o Benfica só ganhavam, porque o Salazar era um malandro.
Era o que faltava o Sporting ganhar com os violinos.
Só ganhavam porque o Salazar era um malandro.
Ganhar campeonatos com Damas,Peres,Marinho,Yazalde Nelson,Fraguito, era o que faltava.
Só ganhavam porque o Salazar era um malandro.

Depois tiveram,Balakov,Figo,Paulo Sousa, Naybet,, e o que é que ganharam?
O burro sabe, que nessa altura já não havia o apoio de Salazar.
E passa pela cabeça de alguèm que nos tempos de Eusébio, o Benfica conseguisse qualquer vitória, sem a ajuda de Salazar.
È tudo isto que o burro diz, constantemente na televisão.
Está na altura, de se retirar a este burro ,os respectivos antolhos.
Este burro(só), deve continuar semanalmente, para que todos nós, possamos recordar as vélhinhas histórias de quando os animais falavam.
Este burro “zurra” como ninguèm.
È que esta criatura, não se contenta em falar apenas no café lá da rua.
Esta criatura quer falar na televisão.
Não interessa de quê.
Quer falar na Televisão.
Porque se não falar na televisão, vai dizer nos jornais, que o poder em Lisboa é fascista, que é contra a provincia, que o Salazar sempre apoiou os clubes da capital, que agora é que é tudo transparente, que os “apitos”, as “frutas” os cafés com leite” ou será “pingos”é tudo uma invenção. Pois fiquem sabendo, que o burro com maior visibilidade, vai todos os dias à Senhora do Monte, abre a porta, entra, senta-se no estúdio e fala.

Fala de tudo .
È incompetente, por isso fala de tudo.
È burro, porque nasceu burro.
Burro como ele, só ele.
Não é qualquer um, que consegue interpretar este incrível papel.
È um papel, só ao alcance de um burro genuino.

Já diziam os mais antigos.
Um burro carregado de livros,parece um ....
Embora se diga que o burro morreu de fome, mais parece que continua vivo.




Carlos Lopes

domingo, 10 de maio de 2009

JOAQUIM AGOSTINHO, A LENDA.




Era um leão e um português de raça.
Muitos ainda choram a sua morte.
Faz hoje precisamente 25 anos que Joaquim Agostinho nos deixou.
Para os da minha geração que tiveram o previlègio de o conhecer, como homem e como atleta, os momentos que ele nos proporcionou, ficam para sempre gravados na nossa memória.
Valeu a pena.
O importante é não esquecer.
Joaquim Agostinho, pela forma como sempre encarou o ciclismo, ensinou também uma geração de portugueses, que com trabalho, suor e talento, se consegue atingir patameres que inicialmente pensamos estarem reservados para outros.
Os que agora estão a despertar para a vida desportiva, podem através do livro que o jornalista Fernando Correia(um exemplo na nossa rádio),lançou ontem no Auditòrio da Camara Municipal de Torres Vedras.,conhecer a LENDA do ciclismo em Portugal.
Estive presente.
Como presente estive, muitas vezes, em autêntico recitais que Joaquim Agostinho dava nas velhas estradas do meu País.
Temos saudades do campeão.
O Homem, o campeão, o desportista de eleição, resolveu deixar-nos , faz hoje precisamente 25 anos.
A LENDA estará presente, enquanto houver memória.
Foi gratificante estar na conversa com João Roque e Leonel Miranda.
Duas figuras marcantes do ciclismo do Sporting e Nacional.
Com o Araújo, que é em Portugal o homem que melhor conheceu o grande campeão.
Com Carlos Manuel Soares Miguel , presidente da C.M. de Torres Vedras, um anfitrião de excelência.
Presentes estavam também Carlos Lopes(campeão Olimpico,campeão do Mundo,campeão da Europa;campeão Nacional), O Bessone Bastos (o mais eclético atleta, que este país alguma vez viu), o Fernando Crispim, um sportinguista de paixão,o Carlos Seixas, muitos não identificados, e muitos que têm memória.
Aos que não quizeram aparecer, porque este evento não dava notoriedade nem visibilidade, sabemos de que nada servem as armadilhas, quando o queijo está muito tenro.
Joaquim Agostinho deixou a sua marca no coração do sportinguistas e, de portugueses de outros clubes, que não ficarm indiferentes à sua genuinidade, à sua personalidade, ao seu estofo de CAMPEÃO.




Carlos Lopes

sábado, 9 de maio de 2009

SPORTING GLOBAL


Todo o Sporting Clube de Portugal será mobilizado.

Todos os Sportinguistas serão mobilizados, para que o nosso clube volte a ser, a referência do desporto em Portugal.

Como Sócio do Sporting Clube de Portugal, vejo-me aqui.

Juntos e solidários, faremos do Sporting Clube de Portugal o melhor clube português do século XXI.

A partir do próximo dia 5 De Junho de 2009, o mundo do desporto verá de novo o grande Sporting Clube de Portugal.

Nascemos com o VERDE de ESPERANÇA e BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, assim continuaremos.


O futuro presidente do Sporting Clube de Portugal, PEDRO PINTO SOUSA, sabe o que faz falta ao clube, os outros não.

VISÃO e MISSÃO

A candidatura SPORTING GLOBAL, apresenta uma nova fase para o Sporting Clube de Portugal,

suportada por uma missão de conciliar vontades e opiniões em prol do desporto e da sustentatabilidade do clube,

assegurando um clube económicamente viável, gerido com base nos supremos critérios éticos da gestão e dos procedimentos,

com respeito e transparência com todos.

A Candidatura SPORTING GLOBAL, quer um Sporting:

- CREDIVEL (alinhado com objectivos estratégicos e operacionais).

- RELEVANTE (relançando os valores de referência do clube).

-SUSTENTÁVEL(com uma plataforma vàlida para o sucesso do presente e do futuro)

-RENOVADOR (apostando na procura constante pela inovação)

-SIMPLES (fácil de entender e chegar a todos).

OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS

A candidadatura SPORTING GLOBAL, pretende :

1 – A introdução de um modelo de governação entre o Sporting Clube de Portugal e a Sporting SAD, com competências autónomas mas complementares.

2 – A mudança da estrutura societária existente com o Sporting Clube de portugal, a Sociedade Geral de Gestão Sporting (100% SCP), e a Sporting SAD (50,1% SCP).

3 – A sustentabilidade financeira com o equilibrio nas contas, através de uma politica cxomercial inovadora e dinâmica no controlo dos custos operacionais e de estrutura.

4 – A transparência como baluarte na a presentação contabilistica e financeira.

5 – O renascimento dos valores de referência ESFORÇO,DEDICAÇÃO, DEVOÇÃO e GLÓRIA.

6 – A internacionalização do Modelo das “Academias” e da Marca Sporting além fronteira.

7 – O foco no Futebol como actividade geradora de resultados desportivos e conómicos.

8 – A formação de talentos na área da Gestão Desportiva e das SAD’s (acordos com Universidades de Gestão).

9- O alargamento da base de sócios, adeptos e simpatizantes.

10-Aposta na “vivência” nas instalações do clube por parte dos sócios, adeptos, simpatizantes, filiais, delegações, núcleos e organizações.

11-O aumento da actividade comercial e da comunicação, dinamizando as relações com os sócios, adeptos, simpatizantes, filiais, delegações, núcleos e organizações.

12-O apoio às actividades de ECLETISMO, financeiramente viáveis.

PROGRAMA DE ACTUAÇÃO

A candidatura SPORTING GLOBAL, apresentará linhas e programas de actuação nas vertentes de:

1 – Modelo de Governação
2 – Modelo de sustentabilidade Financeira
3 - Marca – Posicionamento e Personalidade
4 - Atletas e Colaboradores
5 - Filiais,Delegações, Núcleos e Organizações
6 - Sócios, Adeptos e Simpatizantes
7 – Claques
8 – Futebol
9 – Ecletismo

FALAR AOS SÓCIOS
(Agenda)

A Agenda do SPORTING GLOBAL:

1 – Modelo de Sustentabilidade Financeira (dias 11-13)
2 – Modelo de Governação, Filiais, Delegações,Núcleos e Organizações (dias 14 -17)
3 – Futebol (dias 18-23)
4 – Marca – Posicionamento e Personalidade (dias 23-25)
5 – Atletas e Colaboradores (dias 26-27)
6 – Sócios, Adeptos e Simpatizantes (dias 28-29)
7 - Claques e Ecletismo (dias 30-31)


Carlos Lopes


quarta-feira, 6 de maio de 2009

FELIZ ANIVERSÁRIO - MARIA JOSE VALERIO


Linda menina.

Parabens, por mais um aniversário vestida de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA
Maria José Valério é, das pessoas que no nosso clube, e ao longo dos anos, elevam o nosso espírito.
Esta Senhora enche de entusiasmo todos os sportinguistas, consegue reforçar a nossa capacidade de sentir o clube, de o compreender.
Obrigado por ser quem è.
Que seja tão feliz como feliz nos tem feito ao longo dos tempos.
Um beijo carinhoso.
Carlos Lopes
Obs: Na foto com Isabel Trigo Mira e Carlos Lopes


VERDADE NO FUTEBOL.FUTEBOL DE VERDADE


Verdade no futebol. Futebol de verdade.
Os senhores que vivem do futebol e não para o futebol, ou seja a FIFA, a UEFA,as
Associações, as Federações,as Televisões, as Rádios, os Jornais, a Justiça Desportiva e outros menos relevantes, não querem qualquer mudança no desporto-rei.
Pedem encarecidamente que não tirem as mentiras ao futebol.
Caso contrário todos os que directa ou indirectamente estão ligados á modalidade não poderão viver da forma que o fazem actualmente, porque o futebol vive através da mentira.
Não lhe tirem ficção, nem lhe destruam os mitos.Não digam a verdade, porque o futebol não pode viver pela verdade.
Quem está no futebol de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, sabe que as nossas vitórias nunca nos são oferecidas.
As vitórias do Sporting não se compram.
São conquistadas pelo talento dos atletas,dos técnicos, com entusiasmo, com teimosia , com paixão, com vontade e perseverança.
Quando não conseguimos reunir todos estes elementos, não ganhamos.Ao contrário dos outros, o Sporting para triunfar não necessita de ser o melhor,é obrigatório, ser muito melhor que os adversários.
Continuaremos a manter no clube, de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, a verdade, continuaremos a persistir na luta contra as adversidades que continuamente nos são impostas por poderes que não querem a verdade no futebol.
Assim que fôr afastada a batota, o Sporting vencerá naturalmente, porque é a maior força desportiva de Portugal.
Exigimos que nos respeitem, enquanto instituição.
Exigimos respeito e dignidade.
Exigimos que respeitem quem está no desporto pelo desporto.
Os homens que vivem do futebol, e não para o futebol,são exactamente como as cebolas, o segredo está em descascar a cebola para se chegar ao seu âmago.
As mentes medíocres que comandam e controlam este fabuloso espectáculo, pensam apenas em termos de posse.
O que é necessário é possuirmos pessoas discernidas, pois esses pensam em termos de utilidade.
A verdade tem que vencer, não importa quem sai derrotado.
Às vezes, até quem está habituado a vencer cede,rende-se.
Estou a pensar naqueles empresários que ao receber a noticias de que foram descobertos, se suicidam.Ou de outros que fogem sem deixar rasto.
È nos momentos em que perdemos, em que as coisas não nos correm bem, em que somos enganados, que vem ao de cimo a estatura moral do nosso clube.
Perdemos o campeonato,pronto, agora vamos levantar-nos, vamos juntar a familia sportinguista, e da próxima vez seremos nós a vencer.
Quem está no desporto de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, tem que ser mais forte que a injustiça.
O Sporting sabe, que enquanto não fôr restabelecida a verdade no futebol, tem que cerrar os dentes, resistir à dor, ao cansaço, ao desespero,
Manteremos um espírito impávido, e uma grande esperança.
O Sporting (amor e paixão de todos os sportinguistas) é imperturbável.
Nascemos de VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA, assim continuaremos.

Carlos Lopes
http://blogdocarlos-leaodaparede.blogspot.com


OBS:
Na continuidade da crónica da semana passada, vou deixar mais uns apontamentos da grandiosidade,da respeitabilidade para com os seus simbolos, do pioneirismo e da inovação .
- O Sporting, produziu o primeiro jornal dedicado a um clube, foi publicado em forma de boletim, no dia 31 de Março de 1922.
- O nº 3 (número de associado à data da sua morte), nunca mais foi preenchido no nosso clube, desde 1 de Julho de 1930.
Francisco Stromp, é o maior símbolo do Sporting Clube de Portugal.
È uma homenagem que perdura e que traduz o reconhecimento de todos os sportinguistas pela figura ímpar que foi um dos sócios fundadores e extraordinário atleta.
- No dia 7 de Agosto de 1932 o Sporting viria a inscrever o seu nome na história do
Andebol ao vencer o título nacional disputado pela primeira vez.
- O Sporting foi o primeiro clube em Portugal a conseguir a dobradinha no futebol. Na época de 1933/34 venceu o campeonato de Lisboa e o campeonato de Portugal. - Fomos o primeiro clube português a estar presente numa volta à Espanha em bicicleta.Foi no ano de 1945 e o clube leonino foi representado por: João Rebelo,Aristides Martins e João Lourenço.
As etapas que acabaram em Múrcia e Gijon, foram ganhas por João Lourenço.
- A primeira vez que a orquestra dos cinco violinos tocou, foi no dia 17 de Novembro de 1946. Nesse dia o Benfica foi derrotado por 3-1. Seguiram-se 7(sete) campeonatos em 8(oito) anos.
- Os 3 (três),maiores goleadores da história dos clubes em Portugal, conseguiram essa proeza, envergando a camisola do Sporting: Fernando Peyroteu,Hector Yazalde e Mário Jardel.
- Os 3 (três) maiores guarda-redes da história dos clubes em Portugal, pertenceram ao Sporting: Azevedo,Carlos Gomes e Vitor Damas.
- O Sporting é o clube que provocou a maior derrota(7-1),que o Sport Lisboa e Benfica sofreu em Campeonatos Nacionais.
- O Sporting foi o primeiro campeão nacional do século XXI.

-Para a semana tentarei contribuir, com mais informação, de forma a que se saiba porque é que o Sporting Clube de Portugal, é a maior força desportiva de Portugal.

Carlos Lopes

Nota: Publicado em - http:// zonadesportiva.blogspot.com

terça-feira, 5 de maio de 2009

A VERDADE DEVE VENCER,NÃO IMPORTA QUEM SAI DERROTADO



Aposto em como até final do campeonato não haverá mais arbitragens escandalosas.
Iremos até perguntar, aonde é que estavam estes árbitros ?
Recordo-me das palavras de Rui Jorge e Edmilson, quando conquistaram o título de campeões nacionais com as côres do Sporting Clube de Portugal.
Ambos afirmaram que o título conquistado tinha muito mais sabor que outros ganhos no Porto (Rui Jorge foi 5 vezes campeão pelo clube do norte).
È que ser campeão pelo Sporting tinha um grau de exigência superior.Ou seja, não bastava ser melhor, era necessário ser muito melhor que os outros adversários.
Não pretendo gastar muito tempo, a falar do que os àrbitros e, de quem os nomeia fizeram ao longo desta época.
Porque como portugueses , estamos habituados a que as coisas más, com o tempo passam.
È verdade que a arbitragem está muito mal há 30 anos, mas temos que condescender e esperar por melhores dias.
As criaturas merecem a nossa compaixão.
Vamos dizer que a justiça não é para aqui chamada?
Vamos dizer que a justiça é um alibí?
Ou vamos dizer que a nossa arbitragem, tem pessoas de alma pobre, mesquinhas, que só veem a sua própria meta.
As actuações e as nomeações são uma calúnia e um insulto para todos os que no futebol exigem respeito e dignidade.
Estamos a viver tempos, que os generosos são explorados pelos egoístas.Os honestos são tomados como parvos, e mandados calar pelos intolerantes.
Recuso-me terminantemente, a que a pequenez da arbitragem e de quem os lidera, transformem o meu país futebolistico, no reino de Lilipute.
Esta gente, tal como qualquer ser humano, atinge sempre um ponto, para além do qual não pode ir, ora porque lhes faltam as aptidões, ora porque as circunstâncias lhes são adversas.
È preciso ser humilde. Porque muitas vezes, a solução está debaixo dos nossos olhos, e nós não a vemos por uma questão de preguiça ou por presunção.
A verdade deve vencer, não importa quem sai derrotado.

Carlos Lopes

domingo, 3 de maio de 2009

Mulheres com Garra



Hoje é um dia muito especial.
Hoje ,o dia é dedicado à mulher mais bonita do mundo.
A Mãe
A Mãe de cada um de nós.
Esteja ou não fisicamente presente, ela foi eleita como a mais bonita do mundo.
Vou aproveitar este dia para falar também das mulheres mais bonitas do meu País.
Todos sabemos que são as do Sporting, mas mesmo assim, vou falar um pouco dessas lindas mulheres.
Mulheres de coragem.
As mulheres mais bonitas do meu País,colocam muito antes de obterem sucesso, o problema ,se o merecem.
Compreendem quando as coisas estão bem feitas, e são únicas a reconhecer outras que fazem coisas bem feitas.
As mulheres do meu clube, acreditam no futuro, acreditam no ideal do Sporting Clube de Portugal.
Exigem que o clube continue VERDE DE ESPERANÇA E BRANCO DE TRANSPARÊNCIA.
Anulam, tudo o que é exagerado, tudo o que é excessivo, tudo o que é grito, tudo o que é incontrolado.
As mulheres do meu clube, que são as mais bonitas do meu País,são fortes e ambiciosas, inteligentes e brilhantes.
As mulheres do meu clube, estão na plataforma da frente no contributo para o desenvolvimento do meu País.
Elas são mães, advogadas, jornalistas,administradoras. magistradas, donas-de-casa, médicas,policias,enfermeiras.
Belas e elegantes.
Eu sei que em todo o País encontro mulheres com o mesmo perfil das sportinguistas, , mas não encontro mulheres tão bonitas como as do meu clube.
Às mulheres mais bonitas do meu País, quero em nome de todos os homens agradecer, não por serem só Sportinguistas,transportando e exibindo o VERDE DE ESPERANÇA E O BRANCO DA TRANSPARÊNCIA, mas fundamentalmente por serem mulheres.
A todas as MÃES do meu País, um beijo de carinho, e obrigado por serem quem são.

Carlos Lopes

Nota: Publicado em -
http:// zonadesportiva.blogspot.com

quarta-feira, 29 de abril de 2009




Antecipo os meus agradecimentos pelo tempo que irão disponibilizar a ler semanalmente este VERDE de esperança e BRANCO de transparência.
É minha intenção dar a conhecer a história empolgante do Sporting Clube de Portugal que, mais de um século depois de ter nascido, continua a ser a maior força desportiva de Portugal.
É inquestionavelmente o clube português com maior nº de títulos conquistados nas várias modalidades praticadas.
Enquanto nos outros clubes o comportamento é como se fosse uma casa sem janelas, em que os sócios ou adeptos esbarram no clube, mas nunca se encontram com ele, falam com o clube mas nunca comunicam; no Sporting Clube de Portugal o lema “Esforço-Devoção-Dedicação e Glória”, são as palavras mágicas que permitem uma identificação total, entre a família sportinguista.
É isso que torna o clube diferente de todos os outros.
Benfica e Porto, qualquer um é. Sporting são só aqueles que por AMOR o são.
Vamos então falar um pouco deste extraordinário clube:
Os Estatutos do Sporting determinam que o campo de jogos de futebol do clube se denomine “José Alvalade”.Assim acontece hoje, como aconteceu com o que foi inaugurado em 1956.
José de Alvalade foi, um dos fundadores do Sporting, e a sua persistência, a determinação e a capacidade de dirigir, fez com que o clube fosse dotado , logo em 1907, com o as melhores instalações desportivas do País, no sítio das Mouras.
Fomos o primeiro clube em Portugal a criar lugares cativos no estádio, em 1956.
Fomos os primeiros a inaugurar os voos “charter “para acompanhar a equipa de futebol.
Fomos os primeiros a lançar os cachecóis e as claques, no que depois fomos imitados por outros clubes.
O Dia do Trabalhador - que foi possível comemorar a partir de 1974 - já existia no Sporting. Tinha sido lançado em 1954 por António Taylor Santos Mendonça como o Dia do Trabalho.
Fomos o primeiro clube em Portugal a fornecer um atleta (José Travassos) para a Selecção da Europa.
Fomos o primeiro clube Português a participar por convite da FIFA na Taça dos Campeões Europeus.
Fomos o clube da Europa a marcar o primeiro golo naquela prova.
Somos detentores da maior goleada de sempre em provas europeias (16-1) ao Apoel de Chipre.
Somos detentores da maior goleada fora de casa em provas europeias.- 9-0 ao Akranes da Islândia.
Somos detentores da maior goleada que o actual campeão europeu e mundial de clubes (Mancheste United), sofreu (5-0).
Fomos o primeiro clube em Portugal a conseguir o tetra em futebol.
É do Sporting o recorde de golos num só jogo para a Taça de Portugal em futebol. – 21-0 ao Mindelense de Cabo Verde.
Mascarenhas (atleta do Sporting), possui ainda hoje recorde do maior nº de golos (6) marcados por um jogador num jogo de provas de clubes da UEFA.
Dois dos três portugueses galardoados como os melhores do Mundo no futebol, são produto da formação do Sporting Clube de Portugal (Figo e Cristiano Ronaldo).
Somos o 1º clube do mundo com mais títulos conquistados no Atletismo.
Carlos Lopes (atleta do Sporting) foi o 1º Português a conseguir uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos.
O Professor Moniz Pereira (Treinador do Sporting), é o melhor técnico de Atletismo de sempre em Portugal.
Fernando Mamede (atleta do Sporting) foi o 1º Português a bater um record mundial em pista.
Joaquim Agostinho (atleta do Sporting) foi o 1º Português a estar no pódium da melhor prova mundial de ciclismo (volta a França).
António Livramento (atleta do Sporting) foi considerado o melhor hoquista mundial de todos os tempos.
Fomos o 1º clube Português a ganhar a Taça dos Campeões Europeus de Hóquei em Patins.
Hector Yazalde (atleta do Sporting), ainda hoje detém o record de melhor marcador em Portugal e na Europa – 46 golos numa época.
Fomos os primeiros a atingir a nº 100.000 de sócios (década de 70).
Possuímos o único estádio em Portugal, catalogado pela UEFA de 5 estrelas (reúne todas as condições para se realizar finais de clubes europeus).
No hóquei em patins tivemos a melhor equipa do mundo de todos os tempos:
Ramalhete, Rendeiro, Sobrinho, Chana e Livramento.
Ai ...ai ...que saudades.
Ufa.
Ainda agora comecei e não paro de referir feitos do Sporting Clube de Portugal.
Nas próximas crónicas, serão introduzidos mais elementos relevantes da nossa história, repleta de feitos a ouro na própria história do desporto português.
O Sporting Clube de Portugal não é UM clube, é O clube.
Somos tão grandes como os maiores da Europa.

Carlos Lopes


Nota: 1ª crónica publicada na http://zonadesportiva.blogspot.com/

segunda-feira, 27 de abril de 2009

O FUTEBOL È UM FADO QUE NEM TODOS SABEM CANTAR











No desporto, a competição desenvolve-se sempre e apenas entre os atletas.
A inveja é um mecanismo de defesa que pomos em actuação quando nos sentimos diminuidos no confronto com alguém.
Quando muito dos paineleiros desportivos surgem nos ecrans televisivos, mostram-nos uma tentativa desajeitada de prestigiar o desporto e, principalmente o futebol.
Não conseguem recuperar a confiança, a estima de quem vê os programas, entram constantemente em confronto, é devastador o empobrecimento de ideias, são impotentes e depois partem para a agressão verbal.
As pessoas que comentam o futebol, habitualmente não se empenham, não de despendem, não se prodigalizam.
A sua atenção dedica-se apenas a encontrar o defeito, o ponto débil de quem trabalha mais e melhor, a descobrir um eventual erro seu.
Com discursos redondos, e sem qualquer objectividade, tornam-se especialistas em construir um nevoeiro, que não nos deixa distinguir com clareza o real do irreal.
Esta gente é preguiçosa, não quer fazer qualquer tipo de esforço para se adapatar ao novo. São rotineiros.
A opinião de quem não sabe nada, acaba por contar tanto como a de quem sabe . Basta só que lhes dêem visibilidade na telelevisão.
Não se consegue ouvir de nenhum comentador expressões de elogio. Os adjectivos que exprimem admiração e reconhecimento são inexistentes.
A indústria do futebol, não pode ter comentadores que apenas pretendem nos seus tempos de antena venderem a sua imagem, como advogados,sindicalistas, empresários, politicos, etc.etc.
Creio que os programas desportivos televisivos, é onde manifestamente a saloice e a pequenez mais se evidencia.
A mediocridade de quase todos os paineleiros é gritante, não conseguem promover o futebol, e estão cada vez mais a liquidá-lo.
O futebol em Portugal, é um fado que nem todos sabem cantar.

Carlos Lopes

domingo, 26 de abril de 2009

Sporting Sempre


Emblemas de prata para associadas com mais de 25 anos ligado ao clube.
Cerca de 900 pessoas foram contempladas.
Só um clube com dimensão e prestigio do Sporting Clube de Portugal consegue que nun só ano, ter 900 associados ininterruptamente ligados ao clube durante um quarto de século.
Somos de longe o clube em Portugal com maior nº de associados que o são há mais de 50 anos.
É invejável o nº de pessoas ligadas ao clube com 75 anos de sócias.
Existem nesta altura clubes da moda(que é efémera como qualquer moda),que dificilmente conseguem uma mão cheia de associados com 25 anos. Que raramente têm gente ligada ao clube com 50 anos de sócio e que naturalmente não têm com 75 anos.
É que se se pertencer a um clube por AMOR, então os nossos adversários deveriam ter mais gente com mais tempo no clube, independentemente de nessa altura, pouco ou nada ganhasse.
Hoje, não ganhamaos muito, mas continuamos a crescer na dedicação ao clube de coração.
Nós sportinguistas não gostamos só do clube quando vence.
Nascemos vencedores.
Enquanto houver um sportinguista vivo, o clube será sempre a referência do passado, a paixão do presente e a certeza de um futuro.
Valeu a pena ter nascido em Portugal, só por se ter a possibilidade de ser Sportinguista.
SPORTING SEMPRE!


Carlos Lopes

sábado, 25 de abril de 2009

sexta-feira, 24 de abril de 2009

EXIGIMOS QUE NOS RESPEITEM



Temos mais de 100 anos de vida.

Temos uma história extraordinária e empolgante.

Somos o clube com o maior número de titulos em Portugal.

Nenhuma comunicação social, conseguirá beliscar o Sporting Clube de Portugal.

A comunicação social e alguns comentadores com pretensões,é para o nosso clube,rude,

grosseira e selvagem.

A informação transformou-se numa mercadoria. Cada vez menos tem uma função cívica.

Deve existir em todos nós Sportinguistas desconfiança e distanciamento crítico, em relação a certos “media”. E especialmente a um certo tipo de jornalistas e comentadores.

A imprensa desportiva é dominada por um jornalismo reverente, por grupos industriais e financeiros, por um pensamento de mercado, e por redes de conveniência. Exigimos que nos respeitem.

Sendo uma profissão cada vez mais fragilizada pelo medo do desemprego, eles servem os interesses dos donos do País.

São os novos cães de fila.

Chegou definitivamente a altura de todos os Sportinguistas, pararem,pensarem e reflectirem para saberem o que é que podemos e devemos fazer para bem do nosso clube.

O primeiro passo,é fazermos parte dos Sportinguistas que irão contribuir para encher o nosso Estádio contra o Estrela da Amadora.

Vamos mostrar a todo o País , e principalmente aos que querem que sejamos um clube de crise, que apenas somos um clube diferente de todos os outros.

Somos diferentes porque Sporting são só aqueles que por AMOR o são.

Somos a maior força desportiva de Portugal.

Carlos Lopes

terça-feira, 21 de abril de 2009

Incompetentes,Astutos,Arrogantes e Vaidosos



Falar-se-à contra a arbitragem sempre que esta classe cooperativista seja escandalosamente protegida.
Todos os Sportinguistas sem excepção estão muito orgulhosos pela forma como os seus atletas, profissionais e técnicos defenderam e prestigiaram as nossas cores em Guimarães.
Todos vimos e sentimos como o Sporting Clube de Portugal, estava a ser impedido de ganhar o jogo, por uma equipa de arbitragem chefiada pelo engenheiro Paixão, que já mostrou que não é isento, que não tem credibilidade, que não tem competência nem capacidade.
Este árbitro para além de incompetente é um medroso.
Não possui a maior característica que um homem tem, que é a coragem.
Mais grave do que não saber exercer a função , é que anda semana a semana , mês a mês, ano a ano, a poluir o nosso futebol.
Em Coimbra (Académica/Porto), assistimos a uma arbitragem de um vaidoso.
Este rapaz queria ser admirado.Queria ser competente.Queria ser corajoso.
E o que é que o homem é:
Incompetente
Astuto
Arrogante
Vaidoso
A passagem para o mundo adulto, foi brusca e traumatizante para este moço.
Quando a arbitragem renùncia à verdade, para se adaptar apenas às exigências do presente, quer dizer que perdeu a sua razão de ser.
Perdeu a alma, logo o seu futuro.Quer dizer que o seu tempo de vida está marcado.
Surgiu no nosso País, uma geração de árbitros, que com raras excepções, são arrogantes, e convencidos que mesmo sendo incompetentes, são a classe dominante no futebol.
Todos nós Sportinguistas, temos obrigação de nos mobilizarmos contra este perigo que é a arbitragem, que agride o nosso clube, constantemente.
É necessário uma catástrofe, para que se respeite de uma vez por todas o Sporting Clube de Portugal?


Carlos Lopes

domingo, 19 de abril de 2009

Pateta,Palhaço e Àrbitro



Pateta, palhaço e árbitro.
Nasci pateta,continuo pateta, e serei ,até ao final da minha vida um pateta.
Não, não sou pateta por não gostar do Sporting Clube de Portugal.
Sou pateta, porque nasci pateta.
Nem pensem, que só pelo facto de possuir uma licenciatura em engenheria, deixo de ser pateta.
Aliás, fui, sou e serei, muito mais conhecido por pateta ,do que por engenheiro.
Chamam-me muitas vezes palhaço.


Fico triste porque não sou palhaço.
Sou pateta.
Exijo que tratem por pateta.
Abomino as pessoa que me pôem alcunhas.Como por exemplo, chamarem-me de palhaço.
Exijo que me tratem por pateta, porque desde miúdo que os meus familiares, os meus amigos e professores, sempre o fizeram.
Algumas vezes sem muito carinho.Mas sempre o fizeram.
E ainda hoje ,que sou um pateta crescido,tenho saudades de quando os meus amigos diziam nos jogos lá da nossa rua. O pateta é que arbitra.
Ou quando os professores diziam.Hó pateta ,vem aqui ao quadro.
Ai que saudades
Agora chamam-me de palhaço. Não gosto .
Mas pior ainda é, quando me chamam de árbitro.
Aí ,eu não aguento.
Porra (peço desculpa), quero que me tratem por pateta.
A partir da próxima jornada, seja em que campo fôr,se não me tratarem por pateta (jogadores,dirigentes,treinadores e público),vou pensar muito sériamente em retirar-me para junto da minha familia e amigos.
Porque aí ,tenho a certeza de que quando se referem a mim, nunca me agridem verbalmente, porque serei sempre para eles o querido PATETA.

Carlos Lopes

Vulgar


O que é que acontece a quem ocupa um lugar para o qual não está adaptado ?
O homem não se apercebe da sua insuficiência, não quer, ou não consegue admiti-la.
È incapaz de olhar para dentro de si .
Está cheio de ressentimentos, e procura cúmplices que estejam de acordo com os seus comentários.
Depois começa a criar dificuldades a quem está mais bem preparado e adaptado.
Fá-lo com todos os meios, quase com sadismo.
Acusa os clubes adversários de tudo o que corre mal ao seu Benfica.
Muitas vezes é levado por iras repentinas, usa palavrões, insultos e vulgaridades.
Este rapazinho gordo e pouco inteligente está a atravessar um periodo igual ao do seu Benfica.
Está num momento de crise, de extravio,de desorientação e de vazio.
Este rapaz gordo e pouco inteligente é um massador .
O esforço que faz para impedir que seja ignorado é impressionante.
O jornalismo é construção.Este rapaz não sabe construir.
O Jornalismo é informar para formar. Este rapaz não tem capacidade intelectual para saber do que é que se está a falar.
Este rapaz gordo e pouco inteligente só transmite rancôr , porque a sua mentalidade é estar contra, destruir.
Quando quer explicar as suas razões com clareza, diz bestialidades.
Sinto que quando fala do Sporting Clube de Portugal, a parte mais evoluida, mais racional do cérebro fica paralisada, e funcionam apenas os centros mais arcaicos, que expôem tensões primordiais.
Deveria ser proibido nos comentários desportivos, que a linguagem utilizada fossem os mungidos,grunhidos e zurros,
Este rapaz gordo e pouco inteligente é banal e vulgar, e exije que esteja tudo ao seu nível.

Carlos Lopes

sexta-feira, 17 de abril de 2009

EXISTÊNCIA ERRADA





Eles não se preocupam com o clube, mas apenas consigo próprio.
Quando o clube está em decadência, procuram apenas ser dos ùltimos a não perder o lugar, as avenças e as mordomias.
Com estes homens em posicão de relevo na comunicação social, o clube torna-se estático e o futuro desaparece.`
Não acreditam na sua capacidade ,por isso encostam-se ao grupo dos não exigentes.
Estão unidos apenas pelo hábito e pelo medo.
Sobrevivem.
São presunçosos, falam bem de si mesmo, gabam-se da sua esperteza. Porém são incapazes de criarem e construirem.
São mestres em transmitir ansiedade, a evocar perigos e a apontar adversários.


Para se servir o Sporting Clube de Portugal, não se pode fazer com a ajuda de quem lidera, tem que se possuir capacidade de trabalho.
Se não fôr assim, os vassalos dependerão sempre dos caprichos e humores do senhor.
È gente caracterizada pela introdução no séquito de pessoas que lideram, de forma a subirem na visibilidade.
Mas estão corroídos pela inveja, pelo desejo de ocupar o lugar deles.
Ao Presidente Soares Franco, basta um instante de reflexão ,para saber que em vez de si, se tivesse sido eleito outro, esta gente teria um comportamento diferente ?
Não.
Portanto, não é ao Presidente que esta gente homenageia, mas sim ao cargo que ocupa.
È a presença deste tipo de individuos no clube, que torna o ambiente envenenado.
Esta gente cansa-nos.


Têm uma existência errada.




Carlos Lopes






segunda-feira, 13 de abril de 2009

ASTUTOS, MAS POUCO INTELIGENTES.










Ontem assisti num canal televisivo a um frente a frente com a presença do Dr. Dias da Cunha e Franco, o Presidente.
E o que verifiquei mais uma vez, foi que Franco, o Presidente, persiste em não evoluir. È um homem, pouco inteligente e sem criativade.
Mantem uma postura arrogante,argumenta como os mediocres,cria obstáculos no clube e teima em transformar o Sporting numa empresa.
Não merecemos tamanho castigo.
Esta direcção liderada por Franco, o Presidente ,está recheada de incompetentes, pessoas que cristalizaram no tempo, sêcos de imaginação, e a grande e única preocupação é a manutenção das mordomias.
Na próxima 6ª feira vou votar NAO. E com esse gesto pretendo que se inscreva a primeira letra da palavra RUA, para com esta gente pequena, ôca e fútil.
Vou votar NÃO porque não quero ver o clube a perder continuamente milhares e milhares de associados e adeptos.
Vou votar NÃO, porque não quero ver de uma forma continuada o clube a ter a pior das assistências dos três grandes.
Vou votar NÃO, porque estou cansado de ver o Sporting, como um campeão da tristeza e da desiluzão.
Vou votar NÃO, porque quero a ver na liderança do meu clube, gente competente e com moral.
Vou votar NÃO, porque quero uma liderança de consenço, e que saiba atrair o clube aos mais jovens.
Vou votar NÃO, porque exijo um líder que respeite as glórias do Sporting.
Vou votar contra a propoposta de Franco, o Presidente, e as restantes pessoas do Conselho Directivo, porque o Sporting necessita de gente crescida e com maior nìvel intelectual.
Vou votar NÃO,para acabar com os pagamentos mensais como contrapartidas de conselhia e serviços de dois paineleiros que semanalmente surgem nos programas desportivos dos canais televisivos.
Estes rapazes são astutos mas pouco inteligentes.
O Sporting Clube de Portugal, entrará em abrupta decadência, se se mantiver no clube todos estes liliputeanos que estão nos cargos sociais do clube, liderados por Franco, o Presidente.
Com a dedicação e o Amor ao clube, no próximo dia 17 , será iniciada por todos os Sportinguistas desinteressados, a mudança, no rumo do Sporting Clube de portugal.

Carlos Lopes